Hospital Santo Amaro recebe projeto que trata feridas profundas de população carente

 Hospital Santo Amaro recebe projeto que trata feridas profundas de população carente

Santa Casa

O Hospital Santo Amaro, instituição administrada pela Santa Casa de Misericórdia e localizada no bairro de mesmo nome, recebe, a partir deste mês, o projeto SOS Feridas Médicas, criado pelo cirurgião Pedro Pita com o objetivo de tratar feridas profundas de pessoas carentes gratuitamente. A equipe do projeto conta com cirurgias plásticas reparadoras, endocrinologia, cirurgia vascular, infectologia, clínica médica, nutrição e enfermagem e os atendimentos acontecem todas as quartas-feiras, das 14h às 17h.

Pacientes com feridas difíceis, como úlceras, varicosas e escaras serão atendidos pelo SOS Feridas Médicas, e terão direito a consultas, curativos e cirurgias Segundo ele, a parceria com o Hospital Santo Amaro veio em um momento essencial. “Depois da criação do projeto, a procura pelo atendimento superou minha expectativa, recebi chamadas de pessoas com feridas crônicas que precisam de ajuda para orientar os seus curativos e fazer as cirurgias. Foi aí que a diretoria do HSA, na pessoa do Dr. Raul Mariz, abriu as portas para o SOS Feridas Médicas, com a ajuda do Dr. Romeu Krause e Sylvia Lemos, dentre outros médicos da instituição”, comemora.

Patrocínio

No Hospital, o grande objetivo da parceria será a prevenção de úlceras e o atendimento especial aos pacientes portadores de diabetes e insuficiência vascular. “Queremos prevenir essas úlceras de pressão nos pacientes de UTI ou acamados por muito tempo e, nos casos indicados, realizar cirurgias plásticas reparadoras”, afirma o médico. Para ele, a maior vitória é conseguir diminuir o sofrimento de pessoas que são portadoras de úlceras há muito tempo, discriminados pela família e sociedade, sem emprego e de alto custo para o estado.

 

Serviço:

SOS Feridas Médicas no Hospital Santo Amaro

Endereço: Av. Cruz Cabugá, 1563

Horário: Quartas, das 14 às 17H

Informações: (81) 3412.3803

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *