Isabella Lisboa é escolhida Miss Plus Size Fashion Recife 2018

 Isabella Lisboa é escolhida Miss Plus Size Fashion Recife 2018

Isabella agora vai representar Recife na fase estadual da competição. Foto: Isabella Lisboa/Instagram/Reprodução

Ela agora irá disputar o direito de representar Pernambuco na etapa nacional do concurso
A médica veterinária Isabella Lisboa, de 25 anos, foi eleita a Miss Plus Size Fashion Recife de 2018 neste sábado (4). Ela foi escolhida entre doze candidatas com idades entre 19 e 41 anos. A 2º edição do evento aconteceu no Paço Alfândega, no Bairro do Recife.
Isabella agora vai representar o Recife na fase Estadual do concurso. Se for escolhida, irá representar Pernambuco na etapa nacional, prevista para o dia 24 de novembro, no Rio de Janeiro. A nova miss define a vitória como um sonho. “É um sonho e um compromisso que quero assumir com as mulheres. Passei muito tempo tendo batalhas comigo mesma para me aceitar e me amar, e agora quero ajudar outras a se olharem com mais carinho. Agora as energias estão voltadas para a fase estadual, mas também vou continuar apoiando o movimento, trazer mais gente e ajudar essas mulheres no processo de auto-aceitação”, afirma.
O desfile seguiu o mesmo padrão de um concurso tradicional. As candidatas desfilaram de maiô e critérios como elegância e simpatia foram levados em conta. Na edição 2017 do evento, a vencedora do estadual, Nathalia Granja, foi do Recife.

Candidatas sofreram com ataques nas redes sociais e críticas

Infelizmente, nem tudo foi festa para as candidatas. Algumas participantes do concurso tiveram que lidar com ataques nas redes sociais. A administradora Maiara Barboza, 26 anos, recebeu mensagens gordofóbicas dizendo que o seu perfil no Instagram fazia ‘apologia à obesidade’. “Sua página faz apologia à obesidade, tem que ser denunciada no Conselho de Medicina, Sociedade de Endocrinologia e Conselho de Nutrição. Você quer passar uma imagem de gorda saudável e isso não é real”, diz um dos comentários.
“Queres minutos de fama, mostre talento, não gordura. Que vergonha! Que país é esse? Esse tipo de perfis já foram banidos da mídia norte-americana e houveram casos de prisões e multas”, afirma outra mensagem da mesma pessoa.
 
Edição: Edu Mello

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *