Mutirão em Ipojuca tem grande adesão e todas as vacinas acabam

 Mutirão em Ipojuca tem grande adesão e todas as vacinas acabam

A expectativa de vacinar muitas pessoas no mutirão deste sábado (26/06) era real, o que não era previsto, era que a adesão dos ipojucanos fosse de 100%. Depois de três dias sem vacinas, a Prefeitura do Ipojuca, que recebeu na última sexta-feira(25) doses da Pfizer e da Coronavac, pôde ampliar a faixa etária de 43 para 40 anos ou mais e os grupos prioritários de 40 para 35 anos ou mais. “Em um só dia vacinamos 1.902 pessoas, usando as 1.626 que chegaram do Governo do Estado e mais 276 remanescentes. Se mais tivéssemos, mais teríamos vacinado. Teve gente, infelizmente, que foi até um dos cinco pontos de vacinação, mas não se vacinou porque tinha acabado”, explicou a secretária de Saúde do Ipojuca, Manúcia Medeiros.

A coordenadora do Programa de Imunização do município, Kate Gomes, que trabalha na área há mais de 20 anos, disse que “nunca viu em outros municípios uma população tão receptiva e consciente sobre a importância da vacina”. Até este sábado o número total de pessoas vacinadas com a primeira dose é de 27.768. E com a segunda dose são 7.121 pessoas. Durante o mutirão agentes de saúde e a guarda municipal ordenavam as filas para garantir que não houvesse aglomeração e também havia aferição da temperatura e distribuição de higienização com álcool 70.

A expectativa para os próximos dias da Secretaria de Saude do Ipojuca é que o Governo do Estado perceba o grau de adesão dos ipojucanos e envie quantitativos mais generosos para que estes números só aumentem. A partir de segunda-feira só terá vacinas para quem vai tomar a segunda dose e o local ficará restrito à Creche Professora Jusete Barbosa, no Centro de Ipojuca. As primeiras doses ficam suspensas até que sejam repassadas mais vacinas para o município.

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *